sexta-feira, 17 de setembro de 2021

O presente de Deus




"Pois assim diz o Senhor,
que criou os céus, ele é Deus;
que moldou a terra e a fez,
ele a estabeleceu;
não a criou para estar vazia,
mas a criou para ser habitada;
ele diz: "Eu sou o Senhor,
e não há nenhum outro."
Isaías 45:18

São muitas as belezas que vemos nesta época de início de primavera.
Faz bem lembrar que Deus nos ofereceu a terra e confiou a nossos cuidados tudo de bom que fez.
Vou relembrar o céu colorido para o nascer e o pôr-do-sol, as árvores e flores da floresta, os jardins.
Cabe a nós cuidar para conservar a beleza que ainda existe na terra.
E sempre agradecer ao Criador.












sábado, 14 de agosto de 2021

Alegria devolvida

 "Podemos passar por momentos difíceis, de grande tristeza, mas Ele logo nos devolve a alegria." Salmo 30:5

Vivemos um lindo dia de sábado hoje, com um encontro de família que não tínhamos desde o mês de janeiro.

Meu filho e família puderam se reencontrar e também tivemos a oportunidade de conviver com eles em torno de reflexões sobre os problemas vividos nesse período. Muitas lições foram aprendidas e muito cuidado teve o Senhor enviando sempre sua proteção e guia. 

Mais do que nunca sentimos a verdade do versículo acima e de outros que foram lidos ao final do dia num momento de oração. Cada versículo retirado da "caixinha de promessas" tornou-se uma nítida mensagem de Deus em nossa mente. 

O passeio na floresta à tarde e a luz do pôr-do-sol nos lembraram do cuidado de Deus através da natureza que criou.

Os momentos vividos nesse dia agradável estão traduzidos no verso:

"O Senhor dará uma paz perfeita a todos que confiam nele, aos que concentram seus pensamentos nele. Confiem para sempre no Senhor, porque no Senhor Deus vocês encontrarão força que nunca se acaba." Isaías 26:3,4







segunda-feira, 26 de julho de 2021

Dia dos avós

 


"(...) pela recordação que guardo de tua fé sem fingimento, a mesma que, primeiramente, habitou em tua avó Loide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também, em ti."

Hoje está sendo um dia feliz para mim, pois está conosco nosso neto Lucas, que vive conosco desde a infância e agora está exercendo uma atividade pública na cidade vizinha de Formosa. Vamos almoçar juntos para comemorar dentro em pouco.

Na reflexão bíblica de hoje, do livro de Miriam Grüdtner, o texto lembrava a situação de um lar em que o pai tinha uma cosmovisão, pois era grego, e acreditava nos deuses da mitologia de seu país e a mãe era judia e membro da igreja cristã primitiva. O pequeno Timóteo teve ainda a influência da avó Lóide e chegou a ser um "pastor auxiliar" trabalhando junto com o apóstolo Paulo.

Este observou a influência positiva dessas duas mulheres e as mencionou nominalmente no versículo acima. Os avós, juntamente com os pais, podem ser grandes influenciadores para o bem na infância. Temos oito netos e felizmente acompanhamos todos eles, observando que os pais os têm conduzido nos princípios cristãos. Ficamos felizes quando vimos nosso neto Lucas participar junto conosco no louvor da igreja. Mesmo agora, quando isso não mais ocorre, vemos que se tornou um adulto esforçado, trabalhador e responsável. Oramos sempre para que se mantenha junto ao Senhor, do qual dependemos para nos guiar pelo bom caminho.

Desejo a todos os avós que possam ser importantes influências do bem na vida de seus netos, que estes os alegrem com sua presença e que a convivência entre avós e netos seja almejada sempre pelos dois lados. Um alegre Dia dos Avós a todos nós!

Fotos de família:







domingo, 27 de junho de 2021

Alegria


 "Estas coisas, pois, vos escrevemos para que a nossa alegria seja completa." I João 1:4

Li este versículo hoje pela manhã, numa reflexão bíblica, e a autora do texto onde estava mencionado (Miriam Grüdtner)  lembrava que os cristãos muitas vezes pensam que não devem viver emoções, porque devem estudar s Bíblia inspirados pela razão,  mas o que Deus deseja não são pessoas tristes e solitárias vivendo aqui.

Pelo contrário,  o apóstolo João, que escreveu esta carta para os cristãos de todos os tempos, deseja que sejam pessoas vivendo em plena alegria.

Os versículos iniciais do capítulo 1 de I João lembram que Jesus, de cujo ministério o apóstolo é testemunha,  é a Palavra da Vida - o Verbo da Vida - e anuncia a nós a Vida eterna.

Esta promessa traz a nós alegria. Por isso os cristãos, confiando nas Promessas de Deus, que trazem no coração como tesouro precioso, experimentam já aqui em sua vida bons relacionamentos  e emoções como amor, paz, tranquilidade, confiança e alegria.

Tenhamos conosco, nas mentes e corações,  com a razão e com a emoção,   a  Palavra da Vida, que traz emoções positivas e esperança de uma vida feliz com Jesus,  agora e no futuro com o Senhor pela eternidade.

segunda-feira, 14 de junho de 2021

Aliança

Contudo eu me lembrarei da minha aliança, que fiz contigo nos dias da tua mocidade; e estabelecerei contigo uma aliança eterna. Ezequiel 16:60

Casamos numa manhã ensolarada há quase meio século e, graças a Deus, continuamos a guardar a aliança que fizemos naquele dia, após sermos pais de três filhos e avós de oito netos. Uma aliança duradoura no casamento inclui ajudar um ao outro em situações como problemas familiares, de saúde e de toda natureza e, felizmente, inclui participar juntos de alegrias como viagens e encontros festivos.
O versículo se refere a uma aliança entre Deus e o povo de Israel, aliança hoje estendida a todos os filhos de Deus. A aliança entre Deus e seus filhos teve símbolos como o arco nas nuvens, a cerimônia da circuncisão, atualmente o batismo e a celebração da Santa Ceia. No texto, há uma referência a uma aliança eterna, que não é diferente em nenhuma das fases em que foram instituídos esses símbolos. Em outros textos é mencionada a guarda de uma aliança no coração. Porque, assim como os casais mantêm uma relação de fidelidade e dedicação por amor e não porque trazem um símbolo em suas mãos - a aliança, Deus quer que nos mantenhamos em fidelidade a Ele por amor. 

Os preceitos que a Palavra nos traz foram instituídos por Deus por amor a nós e em os cumprirmos marcamos nossa proximidade ao Senhor e nossa fidelidade à Aliança.

Esta eterna aliança entre o Senhor e seus filhos continua além daqui no céu e na Nova Terra e nosso sonho é viver para sempre com Ele num lar eterno e feliz. Permaneçamos na aliança.





sábado, 15 de maio de 2021

Uma arca para a família

 


"Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, sendo temente a Deus, preparou uma arca para o salvamento da sua família; e por esta fé condenou o mundo, e tornou-se herdeiro da justiça que é segundo a fé." Hebreus 11

O arco-íris, segundo a Bíblia, é sinal da sua aliança com Noé, pela qual ele, sua mulher, seus três filhos e esposas foram salvos do dilúvio e voltaram a povoar a terra, com a promessa de que nunca mais ela seria destruída pelas águas.

Seria bom que hoje nós nos sentíssemos como numa arca dentro da família, salvos das tempestades do mundo. 

Hoje muitos de nós trabalhamos ou estudamos em casa. Gosto dessa rotina. Ali fico perto de minhas violetas de estimação e de meu gatinho e, claro, com meu marido e meu neto Lucas.  Mas logo, com o favor de Deus, voltaremos a estar em nossos locais de trabalho - eu na escola em que trabalho. Bom seria, então, que todos nos alegrássemos ao retornar para casa. Sei que muitos retardam a volta para casa porque não se sentem bem ali e então fazem paradas em outros locais antes de retornar.

Gosto, mesmo, de me sentir em casa junto com meus familiares e tenho a consciência de que o lar pode ser uma arca de refúgio e proteção contra os males do mundo.

Hoje, Dia Internacional da Família, desejo a todos muita harmonia, compreensão e amor nas famílias.

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Lendo os evangelhos

"Ela dará à luz um filho e lhe darás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles." Mateus 1:21

Todos os dias, pela manhã, leio junto com meu marido um capítulo da Bíblia e também escutamos o comentário desse capítulo num vídeo que é postado todos os dias num programa de minha igreja chamado Reavivados por Sua Palavra. 

Na última semana, iniciamos a leitura do Novo Testamento. Assim, neste início de maio, estamos lendo sobre o início da vida de Jesus, quando nasceu como um pequeno bebê e esteve nos braços de Maria e José. Este é o mês das mães e o mês da família e é muito oportuno lembrar como Maria dedicou-se aos cuidados do Menino Deus e também como José cuidou de sua família e, inspirado por um anjo, levou-a para o Egito, assim resguardando Jesus do decreto de Herodes. Maria estudou as Escrituras com Jesus, mostrando o que haviam predito os profetas e a história dos hebreus descrita por Moisés. Mais tarde José mostrou seu ofício ao Menino, que deve ter apreciado o exemplo de trabalho do pai.

Hoje ainda os cuidados e o exemplo da mãe e do pai são marcantes para o desenvolvimento emocional das crianças, para sua formação intelectual, e mesmo para sua futura vida familiar.

Maria e José mostraram comprometimento, muita fé, obediência à orientação de Deus, amor, harmonia e dedicação ao filho, o Menino Jesus.

Desejo que nossos lares sejam assim: cheios de fé, obediência, amor, harmonia e cuidados dedicados. Feliz mês da família!