segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Novo de novo

"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." II Coríntios 5:17

Ao fim de cada ciclo e início de novo, há em cada um de nós o desejo de renovação. Cumprimentamos muitas vezes a todos com votos de  um feliz ano novo e de que tudo seja maravilhoso no próximo ciclo. Por isso, há rituais com muitas luzes brilhantes, roupas novas de cores que simbolizam o que desejamos para a vida nova e festas com música ruidosa.
Deus nos oferece uma renovação não a cada ciclo, mas a cada dia. Toda vez que o buscarmos com o desejo sincero de renovar nossa vida, o Senhor estará a nosso alcance e estenderá sobre nós as brancas vestes da justiça. 
Diz um idoso pastor amigo que ele tem a certeza da salvação, porque a cada dia e a cada momento está orando pela santificação, isto é, pela renovação da vida no caminho de Cristo.
Seguimos no caminho da renovação também em 2019, seguimos com Jesus, buscando a Luz do Mundo, que ilumina  nossa vida no caminho da felicidade duradoura.

domingo, 23 de dezembro de 2018

Cenas da história de Natal



"Porque um Menino nos nasceu, um filho se nos deu e o principado está sobre seus ombros e se chamará o seu nome Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz."  Isaías 9:6

 Em visão, a jovem Maria recebe a promessa trazida por um anjo: será a mãe do  Rei Salvador de Israel.

Uma jovem solteira e seu noivo perambulam atrás de um lugar para passar a noite. Ela está grávida e o bebê, prestes a nascer.
Alguém permite que fiquem num estábulo para animais. Havia uma manjedoura com palha. Ali nasce o Menino.

Alguns pastores no campo cuidam de suas ovelhas, eles olham para o céu e veem anjos que cantam uma doce mensagem. Nasceu o Salvador! Que doce surpresa! De um salto, deixam as ovelhas no abrigo e vão a Belém! Acham mesmo o lugar com a manjedoura para animais e uma criança envolta em panos. Maravilhados, adoram o Bebê.

Três homens cansados de uma longa viagem do Oriente chegam a Jerusalém. Estão seguindo uma estrela profética que os levará ao Rei Prometido, recém-nascido. Velhos estudiosos da Bíblia dizem que o Rei nasceria em Belém. 
A estrela paira sobre o estábulo e os sábios orientais adoram a Jesus, trazendo valiosos presentes. 

O Bebê é levado ao templo para ser dedicado. Um homem de barbas brancas e uma velha senhora o reconhecem como o  Prometido. Choram comovidos e agradecem a Deus. As palavras do velho profeta impressionam a jovem Maria. O Menino será um sinal de Deus, mas também haverá tristeza no caminho da mãe. 

Lembremos dessas cenas enquanto comemoramos o Natal! Feliz Natal!

 

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

O cetro do Rei


"Judá vai segurar o cetro de rei, e os seus descendentes sempre governarão. As nações lhe trarão presentes, os povos lhe obedecerão. Ele amarra o seu jumentinho numa parreira, na melhor parreira que há. Ele lava as suas roupas no vinho, lava a sua capa no vinho cor de sangue." Gênesis 49:10 e 11
Nesta última semana de novembro, estamos refletindo, de acordo com nosso programa de leitura da Bíblia, nos capítulos finais de Gênesis.
Chegamos ao início da história do povo de Israel. Jacó, o pai das doze tribos, próximo à morte, está cercado por seus filhos e abençoa cada um deles.  Profere também uma bênção sobre os netos Efraim e Manassés, filhos de José, que havia sido vendido como escravo para o Egito e se tornara governador da terra, casado com uma egípcia. Os anos finais de Jacó, aliás, foram alegrados pelo reencontro com José que ele julgava estar morto.
Ressalto aqui a bênção profética sobre a tribo de Judá, nos versículos acima. Ali está a história do povo hebreu, que seria governada por reis originários da tribo de Judá, como Davi e Salomão. A essa tribo pertence também Jesus, o Salvador. 
Os versículos apontam também para o nascimento de Jesus, que será adorado como Rei por nobres orientais, embora os hebreus a sua volta assim não O reconheçam.
A foto acima mostra um coral natalino, louvando ao Rei Jesus pelo Natal, na rua Coberta, em Gramado, Rio Grande do Sul. Ali, turistas de todo o Brasil e do mundo se reúnem para celebrar o Natal.  Semelhantemente, as pessoas cantam louvores em todo o mundo nesta época, como oferendas ao Menino.
Mas os versículos mostram também a esperança da salvação, com a alusão profética sobre os dias finais de Jesus, que entrou em Jerusalém sobre um jumento e ali foi morto, confirmando a Palavra, que aponta para a morte sacrifical do Salvador. Por isso, as palavras de Jacó:"lava a sua capa no vinho cor de sangue".
O versículo ainda mostra Jesus como eterno Rei sobre os povos - "os povos lhe obedecerão". Que estejamos reunidos com a grande multidão de salvos que terá Jesus como Rei após a segunda vinda e na terra renovada, de acordo com as promessas bíblicas.




sábado, 17 de novembro de 2018

Auto sabotagem

"Eu castigo aqueles que me odeiam, até os seus bisnetos e trinetos. Porém sou bondoso com aqueles que me amam e obedecem aos meus mandamentos e abençoo os seus descendente por milhares de gerações." Êxodo 20: 5 e 6

Ouvi hoje uma palestra sobre auto sabotagem emocional. A palestrante mencionou que muitas vezes as pessoas, sem explicação lógica, tomam atitudes que prejudicam a vida e não conseguem interromper essa forma de comportamento. 
Ao interrogar a pessoa sobre sua conduta, ela costuma mencionar que seu pai ou sua mãe agiram assim. E, muitas vezes, ao interrogar os pais da primeira pessoa, a resposta é no sentido de que os avós também agiram assim.
Neste sentido se aplica o versículo acima:a consequência dos erros atinge os descendentes, no sentido de que seguem a influência dos ancestrais.
Então não haveria um fim nesse ciclo? Sim, há. Seguindo a leitura, podemos sentir a graça de Deus quando promete abençoar aqueles que O amam e se aproximam do Senhor. E aqui a bênção se estende por milhares de gerações.
Isso significa que a bênção é infinitamente maior que a maldição.
Andemos no caminho do Senhor e colhamos as infinitas bênçãos. A promessa é verdadeira para nós e nossas famílias.

 

sábado, 3 de novembro de 2018

A vinha e seu fruto



"Quem planta a vinha e não come do seu fruto?" I Coríntios 9:7

Este versículo, lido no início do sermão de hoje, lembra, no seu contexto, o semear e colher a Palavra. O orador, entretanto, inicialmente, generalizou o sentido e se referiu à colheita das ações da vida. 
Algumas vezes, durante uma viagem, vejo uma plantação, ou de algodão, ou de sorgo, ou mesmo de coloridos girassóis. Caso não consiga fotografar esse campo no trajeto de ida, combino com meu marido, que fica à direção do carro, que na volta estacionaremos num local próprio para fotografar aquela plantação, geralmente próxima à ceifa. Já ocorreu de registrar algumas fotografias de um campo próximo à colheita e já ocorreu uma vez de ter sido já colhida a plantação na volta do passeio.
No penúltimo mês do ano lembramos inevitavelmente do que fizemos, ou plantamos, no ano que passou. A colheita pode não ocorrer durante o ano mas  nos próximos anos nossos e de quem passou por nós. 
É bom refletir nos nossos atos e nas consequências que terão para nós, para nossos familiares, para as pessoas com quem convivemos ou que atendemos em nossas atividades profissionais.  A colheita de todos os atos semeados é certa. É bom poder imaginar uma colheita promissora e melhor ainda poder apreciá-la.
Que as sementes que lançamos se tornem fruto maduro e agradável na colheita!



 

sábado, 20 de outubro de 2018

Novamente em Gênesis

"Enquanto o mundo existir, sempre haverá semeadura e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite." Gênesis 8:22
Acompanho a leitura da Bíblia por um programa chamado Reavivados por Sua Palavra. Lemos um capítulo por dia e nele meditamos.
Este mês chegamos ao último capítulo de Apocalipse e voltamos a estudar o primeiro livro da Bíblia, o Gênesis. 
São lindos textos sobre o início da história da terra, de acordo com a Palavra de Deus.
No capítulo 8, encontrei uma linda promessa. 
Ao sair a família de Noé da arca, Noé erigiu um altar e agradeceu a Deus, o livramento do dilúvio. Deus recebeu o agradecimento e agradou-se dele. Então é proferida a promessa do versículo acima:
O Criador promete que sempre manterá a terra em condições de produzir, para que haja mantimento para o homem. Promete também que as estações seguirão sempre o seu curso, e também o dia e a noite, para que o homem possa ter um ciclo de trabalho e de repouso e uma segurança quanto às condições de vida no planeta.
Deus é Criador e mantenedor. Podemos confiar na sua guia e cuidado sobre nós individualmente, sobre as nações e sobre todo o planeta.
Observemos a guia e cuidado de Deus e agradeçamos em oração!

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Os filhos






"Eis que os filhos são herança do Senhor e o fruto do ventre o seu galardão." Salmos 127:3

Hoje é o Dia da criança e, como não podia deixar de ser, vamos visitar alguns de nossos netos. Outra visita já está marcada para segunda-feira, também feriado, quando nos encontraremos com nossa netinha Gigi, que mora aqui perto. 
O Senhor nos deu nossos filhos e tivemos oportunidade de educá-los. Agora eles estão educando seus próprios filhos. Temos ainda a nosso encargo nosso neto mais velho, que já é na realidade um adulto jovem.
Oramos para que Deus afaste essas crianças e jovens do mal e que lhes dê forças para resistir aos apelos das más escolhas. Que suas escolhas os tragam para mais perto do Senhor! Que formem famílias cristãs e tenham muitas bênçãos!
Que escolham o bem e a paz. Que as crianças brinquem e sejam felizes hoje, que tenham bons exemplos que as levem ao caminho da felicidade! 

domingo, 7 de outubro de 2018

Bênçãos sobre a terra

"O Senhor determinará que a bênção esteja nos teus celeiros e em tudo o que colocares a mão; e te abençoará na terra que te dá o Senhor teu Deus" Deuteronômio 28:8

Esta bênção está gravada na Bíblia não para uma pessoa mas para um país. O capítulo menciona bênçãos nas colheitas, no trabalho, na cidade e no campo, sobre as pessoas e os animais.
Também é profetizada a bênção sobre o clima, com chuva a tempo,  para abençoar toda a obra das mãos.
A bênção se estende ao tesouro: é profetizado que o país emprestará a muitas gentes mas não tomará emprestado.
A terra se tornará líder - "por cabeça e não por cauda". Não terá inimigo que subsista.
Entretanto a bênção é condicional e se destina à terra que cuida em cumprir a Palavra do Senhor e seus mandamentos. 
E os mandamentos se resumem em dois - amar a Deus e amar ao próximo. 
Cabe a nós orar: Abençoa, Senhor, o nosso país! Converte a cada um de nós para os teus caminhos!

sábado, 22 de setembro de 2018

Através das estações


"Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente." Hebreus 13:8

Fim de inverno, início de primavera. Este é o dia de hoje. 
No hemisfério sul, começa a nova estação, a estação das flores. Ela traz a  lembrança das cores, da juventude, da renovação. No hemisfério norte, ocorre na época da Páscoa. Daí a ligação entre Páscoa e renovação. Aqui não ocorre a Páscoa neste momento, mas podemos lembrar da volta das flores, após um inverno de frio e de dias nublados, em alguns lugares. 
A verdade é que podemos contar com nosso Deus em todas as estações. Ele nos traz possibilidade de vida nova e segurança e paz a seu lado  no momento em que nós nos voltamos para Ele.
A conversão, a renovação, a felicidade da vida cristã podem ser achadas ao lado de nosso Pai sempre que o procurarmos, seja verão, outono, inverno ou primavera. Deus é o mesmo eternamente, através das estações, no decorrer dos anos e no decorrer de nossa vida. Ele é o Deus da infância, da juventude, da idade madura e da época da velhice. Se estivermos com Ele, a cada momento podemos ter as bênçãos florescendo em nossa alma.




domingo, 16 de setembro de 2018

Os frutos da justiça

"Ora, aquele que dá semente ao que semeia e pão para alimento também suprirá e aumentará a vossa sementeira e multiplicará os frutos da vossa justiça" II Coríntios 9:10

A imagem acima estava no blog de uma amiga virtual, para inspirar a blogagem coletiva da semana. Escrevi alguma coisa sobre a maturação dos frutos e postei e surgiu-me o desejo de postar aqui também um verso da Palavra, lembrando o fruto que o Espírito produz em nós.
Escrevi há pouco que "Os frutos ao sol,/Ainda sem cor,/Não mostram sabor./Vamos esperar.Vai passar o sol,Vai passar o vento,/Vai passar o tempo,/E vão maturar."
Assim como o fruto da árvore amadurece ao sol, ao vento e à chuva, haverá um tempo para que em nós amadureça o fruto do Sol da Justiça, que é Deus, o fruto da chuva e do vento do Espírito Santo.
Que assim aconteça conosco e com nossos filhos e filhas!

domingo, 19 de agosto de 2018

Cai a flor

"Seca-se a erva e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste para sempre." Isaías 40:8

Passei de carro hoje por algumas árvores floridas aqui próximo a minha casa e programei de fazer uma caminhada hoje à tarde para fotografá-las. Pelas experiências de anos anteriores, sei que tenho apenas poucoss dias para fotografar os ipês brancos aqui em Brasília. São árvores lindas, porém permanecem floridas apenas poucos dias.
Em contraposição, o versículo de Isaías menciona que a palavra do Senhor é eterna. 
Dizem muitos que a verdade é relativa e que cada um tem uma verdade. Disse Jesus que Ele é a Verdade. Cristo, que é o eterno Criador, se identifica como a Verdade. Assim, como Ele, a Verdade é eterna.
A Palavra de Deus é a Verdade porque é a manifestação do Deus da Verdade e a Palavra é eterna. 
É bom fruir a segurança nas promessas que a Palavra nos traz; são promessas eternas. Deus é fiel e bom para sempre.


sábado, 11 de agosto de 2018

Minha proteção

"Quando eu estiver em dificuldades, Ele será a minha proteção. Ele me esconderá em sua casa. Ele me colocará acima dos problemas, numa rocha firme". Salmos 27:5

Tenho em minha casa duas caixinhas, que ganhei de presente, chamadas "caixinhas de promessas". Elas contém cartões com versículos bíblicos que lembram promessas de Deus para nós.
O versículo acima é uma dessas promessas. O Senhor é nossa proteção e dos protege quando em dificuldades - e como são constantes!
A casa do Senhor, ou o lugar onde estamos com Deus, é o esconderijo que não pode ser invadido. É o tempo e o espaço em que estamos longe de nossos problemas e nos sentimos seguros.
Essas promessas fazem-nos lembrar de nosso Deus como o Pai de amor que nos sustenta em meio aos problemas que nos cercam.
Como a criancinha confia em seu pai para livrá-la de todos os perigos, assim nos colocamos nas mãos do Pai celestial para que nos sustente, livre e guie pelo melhor e mais seguro caminho.
Amém!
 

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Amigos



"O amigo ama em todos os momentos;
é um irmão na adversidade." Provérbios 17:17 - 
achei na Palavra este versículo.

A amizade é uma relação muito bonita entre as pessoas. Não tem a proximidade dos laços familiares mas tem a liberdade de uma escolha por afinidade.
São nossos amigos aqueles com quem escolhemos conviver bem e trocar palavras e sentimentos em todas as circunstâncias. Quer pessoalmente, quer pela internet, nós nos sentimos bem ao encontrar um amigo que nos ouça e que compartilhe conosco o que deseja externar.
A amizade também tem a característica de ser desinteressada. Somos amigos simplesmente por existir algo em comum entre nós ou por compreendermos o que vai na alma desse ser tão próximo.
Hoje comemoramos o Dia do Amigo e, por ter muitos que interagem comigo por aqui, desejo a todos um ótimo dia e que a amizade sempre cresça e se espalhe entre nós humanos, pois a amizade torna a vida mais leve e agradável. Deixo estas imagens de flores para vocês.







domingo, 24 de junho de 2018

Perfume

"Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem." II Coríntios 2:15


Este precioso versículo encontrei na leitura bíblica de ontem. Lembra que somos um perfume bom. O versículo anterior menciona ação de graças "a Deus que, em Cristo nos conduz e manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento".
O conhecimento de Deus é que é este bom perfume.
Imagine-se levando essa fragrância ao mundo. Antes de falar e de se dirigir às pessoas, pensemos nisso: nós estamos manifestando o perfume suave de Deus.
Que nossos gestos e palavras manifestem isso - a beleza, a bondade, a paz, a suavidade do perfume do conhecimento de Deus.
A mensagem de esperança da Palavra é um suave perfume. É como se entregássemos a nossos familiares e amigos um buquê perfumado com a manifestação em nós da mensagem cristã do amor. 
Que assim seja! E  rendamos também graças a Deus por isso!

domingo, 17 de junho de 2018

Salvação e bênção

"O que me der ouvidos habitará seguro, tranquilo e sem temor do mal." Provérbios 1:33

Nas leituras bíblicas deste mês, mais uma vez ficou confirmada a verdade da salvação pela fé em Cristo - "Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo." (Romanos 5:1)
O palestrante de ontem, contudo,  chamou atenção para outro princípio: a salvação é dada pela graça mediante a fé, porém a bênção na vida vem da obediência.
Contou algumas histórias bíblicas em que fica registrada a salvação de alguns heróis da fé, que não receberam uma bênção devido a alguma falha na obediência, como Moisés que não entrou na terra prometida, para a qual marchara 40 anos à frente de Israel, devido a uma única desobediência, quando, irritado com o povo, bateu na rocha, em lugar de apenas falar a ela para obter água.
Lembro também de Sansão, cuja vitória fica registrada em Hebreus, mas que teve uma vida bastante atribulada, devido a más escolhas, particularmente no terreno amoroso. 
Assim, este verso é uma promessa de bênção na vida para o que der ouvidos à Palavra de Deus e a suas ordenanças. Este terá bênçãos como segurança, tranquilidade e paz.
Almejo esta bênção.


sábado, 26 de maio de 2018

A fé que dá paz

"Respondeu-lhe Jesus: Vai, o teu filho vive. E o homem creu na palavra que Jesus lhe dissera, e partiu." João 4:50

No sermão, o orador falou sobre João 4. Um oficial do rei na época de Jesus saiu a procurá-lo na Galileia e o encontrou. O filho desse homem estava muito doente e o pai percorrera uma distância de aproximadamente duas horas a cavalo para encontrar o Mestre.
Imediatamente dirigiu-se a Jesus, pedindo que fosse rápido a sua casa, antes que o menino morresse. Entretanto Jesus tinha uma outra solução. Olhou para o homem que procurava a cura do filho e disse que fosse embora, porém com uma certeza tranquilizadora - o filho estava curado,  viveria. 
Quando oramos, geralmente temos em mente uma previsão de solução para nosso problema, que desejamos seja realizada por Deus. A solução de Deus, entretanto, pode não ser a nossa, mas será a melhor. Quando cremos que Deus fará o melhor, a paz e a calma passam a habitar nosso coração.
Na história da Bíblia, o pai que fora apressadamente buscar Jesus volta sem o Senhor para visitar sua casa, mas antes que chegue tem a notícia, pelos seus servos, de que a cura e a vida haviam visitado seu filho, justamente na hora em que Jesus proclamara a cura, na hora em que o pai acreditara no poder de Jesus e retornara em paz para casa.
Ao colocarmos nossos problemas nas mãos de Cristo, podemos esperar a sua resposta, e esta resposta - com a paz que ela confere - virá para nós na hora em que crermos que a solução está dada e que os problemas estão solucionados da melhor maneira - pelas mãos divinas.
 

sábado, 12 de maio de 2018

Nunca sozinhos

"Tudo posso naquele que me fortalece." Filipenses 4:13

Temos um grupo na família e um de meus irmãos costuma enviar áudios todos os fins de semana com mensagens para os participantes do grupo. 
No último áudio,  contou, após anunciar algumas vezes a mensagem, o chamado milagre de Istambul.
Istambul, antiga Constantinopla, é a maior cidade da Turquia, a quarta mais populosa do mundo, foi o palco do jogo entre Milan e Liverpool na final da Liga dos Campeões em 25.05.2005.
No primeiro tempo, surpreendentemente o Milan marcou 3 gols, estabelecendo o placar de 3 x 0. A torcida, desolada, chorava no intervalo. Entretanto, no segundo tempo, em 5 minutos, o Liverpool conseguiu marcar 3 gols e a partida foi até a prorrogação e depois à cobrança de pênaltis, vencendo o Liverpool.
O hino do Liverpool lembra a força da torcida: We never walk alone (Nunca andamos sós). 
Meu irmão concluiu convocando os jovens da família a prosseguirem rumo a seus objetivos. Sempre é possível atingi-los com determinação.
Minha aplicação para o milagre de Liverpool é a lembrança de que nunca estamos sós, não porque estejamos numa torcida, mas porque o Senhor está conosco todos os dias, nos dando força e esperança.
Na realidade, nunca andamos sozinhos. Tenhamos fé no cuidado e guia de Deus.
 

domingo, 6 de maio de 2018

O Deus da liberdade



"Eis porém que sobreveio um anjo do Senhor e uma luz iluminou a prisão; e... o despertou dizendo: Levanta-te depressa! Então as cadeias caíram-lhe das mãos." Atos 12:7

Pedro, apóstolo da igreja cristã primitiva, devido à perseguição imposta àquela época aos cristãos e, particularmente aos pregadores do cristianismo, foi preso e estava sendo guardado por dois soldados aos quais estava acorrentado e sentinelas guardavam as portas do cárcere. Porém a igreja orava por ele.
Deus enviou o seu anjo, que o despertou e fez com que levantasse e as correntes se soltassem e o guiou para fora da prisão sem que ninguém o visse.
Ao chegar à casa onde os irmãos oravam, estes ficaram espantados e maravilhados. 
Ao ler esta história no livro de Atos dos Apóstolos no dia de hoje, lembrei da programação religiosa especialmente dirigida aos jovens na última semana, denominada "Count Down - Prison Break", lembrando exatamente a libertação concedida por Deus. Tratava-se de um ministério em que alguns cristãos dirigem-se às prisões e fazem palestras religiosas aos prisioneiros, no intuito de os motivarem a libertarem-se da prisão que é o mal. Foram instalados aparelhos de TV em muitas celas, possibilitando a audiência constante a programação religiosa de qualidade, com palestras e música trazendo mensagens positivas, além das visitas do capelão, que esteve em nossa igreja, acompanhado dos participantes do ministério que também assistem as famílias dos presos. Há um ministério de louvor, composto por um cantor e um violonista que também acompanham as visitas e igualmente estiveram nessa programação.
O palestrante recordou sua própria experiência na primeira juventude, quando esteve ligado por algum tempo a maus caminhos, convertendo-se depois, também pela influência de sua mãe, que é cristã, e decidindo tornar-se um pastor. Lembrou das dificuldades durante o curso, de quatro anos, na Argentina, onde precisou aprender a dominar o Espanhol e em que era até motivo de críticas dos colegas, por suas dificuldades iniciais. Porém, ele as venceu e formou-se com nota máxima. Passou então a trabalhar com os jovens e devido a seu currículo recebeu o título, junto com outros jovens, de Embaixador da Juventude junto à ONU. 
                                      Palestrante pr. Jeconias

Ao final do sermão, fez um apelo aos jovens, para que decidissem ligar-se a Deus e libertar-se da influência do mal. Vários jovens atenderam, inclusive um belo rapaz que havia sido liberto literalmente da prisão no dia anterior e que se acompanhou acompanhado pelos pais.
Este é o nosso Deus, que liberta e salva do mal. Vamos apegar-nos ao Senhor que nos mantém longe dos maus caminhos. 



                                         Programação religiosa Count Down - Prison break -
                                                        Cristo liberta

quinta-feira, 29 de março de 2018

Bendito o Rei

"... Bendito o Rei quevem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas maiores alturas!" Lucas 19:20

Lendo o capítulo previsto para o dia de hoje, achei a história da entrada de Jesus na cidade de Jerusalém na semana em que foi morto. Naquele dia, sua divindade foi proclamada pela multidão dos discípulos que com grande alegria oo seguia. 
Estendiam no caminho as próprias vestes para que Jesus passasse e agitavam ramos. 
Alguns líderes religiosos pediram que Jesus os impedisse de louvar assim, mas Jesus respondeu que as próprias pedras clamariam se eles calassem.
Como os discípulos, podemos proclamar Jesus como nosso  Senhor em nossa vida. Podemos permitir que habite em nossos pensamentos e ações e podemos proclamar através de nossas palavras e testemunho que Jesus é nosso Rei.
Que assim seja, para que entremos um dia com Jesus na Nova Jerusalém!

sábado, 24 de março de 2018

Relembrando a ressurreição

"Já estou crucificado com Cristo e vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que vivo agora na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim." Gálatas 2:20   

Na semana anterior à Páscoa é costume relembrar dos últimos acontecimentos do ministério de Jesus na terra, iniciando da entrada em Jerusalém, montado em um jumentinho, aclamado por multidões que haviam presenciado seus milagres.
Hoje, marcando esse momento, o sermão lembrou, através da vida do apóstolo Paulo. a obra transformadora de Jesus, que oferece nova vida àquele que O seguir.
Paulo não foi um dos primeiros discípulos de Cristo. Pelo contrário, perseguia os seguidores do Mestre. Numa de suas viagens em busca de cristãos para serem torturados e mortos, teve uma visão e ouviu a voz do próprio Jesus, dizendo: - Saulo, Saulo, por que me persegues? A partir daí, passou a seguir o Senhor em quem não acreditava.
Passou por uma transformação e Paulo - que inicialmente era chamado Saulo, mas cujo nome foi mudado após a conversão -  escreveu várias cartas às igrejas cristãs, que nos servem de ensinamento até os dias de hoje.
Nesse versículo Paulo ressalta que a vida cristã implica negar as próprias vontades e seguir a vontade de Jesus. A vida cristã é de sacrifício do eu, de altruísmo, de bondade, de negativa do amor ao próprio eu.
É o que diz a letra desta música, cantada pelo quarteto masculino Arautos do Rei.


sábado, 17 de março de 2018

Jovem



"Pois para o Senhor Deus ele será um grande homem. (...)" Lucas 1:16
Neste sábado é comemorado o Dia do jovem na minha igreja e a programação foi voltada para os mais jovens, que se encontram na primavera da vida.
Geralmente os sermões nessa data falam sobre José, Daniel e outros  personagens bíblicos do antigo testamento, mas o orador falou sobre João Batista, que preparou o caminho para o ministério terrestre de Jesus.
O texto principal foi este - Lucas 1:16.
Pediu-se que disséssemos para nossos filhos e netos sentados conosco: "Para Deus, você é um grande homem!" 
O texto de Lucas continua dizendo: "Ele não deverá beber vinho nem cerveja. Ele será cheio do Espírito Santo desde o nascimento." - acentuando o cuidado e a bênção na educação deste jovem.
O Senhor do Universo, o Rei dos reis , nos considera - não só aos jovens - grandes homens e mulheres e o Senhor sonha que nos apropriemos desses lindos planos que tem para nós.
Como o versículo diz, os sonhos incluem vida cheia de moderação e domínio próprio, comportamento exemplar, os princípios e o poder de Deus acompanhando o dia a dia.
Que este sonho se torne nosso e de nossos filhos! Que sejam grandes cristãos para o Reino!

segunda-feira, 5 de março de 2018

Amor, alegria, paz

Era um dos cultos de uma série de cultos de oração pela família na minha igreja.
Em um dos momentos dedicados à oração, o dirigente, nosso pastor, pediu-nos que continuássemos sentados e abríssemos nossa Bíblia em Gálatas 5, lendo sobre o fruto do Espírito e pedindo silenciosamente por esse fruto em nossa família.
O fruto do Espírito Santo é, conforme diz o apóstolo Paulo, amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. E Paulo acrescenta: contra estas coisas não há lei.
Evidentemente para que tenhamos um fruto num pomar é necessário primeiro plantar a árvore. Assim, para que tenhamos essas qualidades, precisamos primeiro ter ao próprio Espírito Santo - Deus, reinando em nosso lar.
Diz o primeiro Salmo que o justo é como a árvore plantada junto a torrentes de água, que representam na Bíblia o Espírito Santo.
Quanto mais estivermos próximos ao Senhor, o Santo Espírito estará conosco e encherá nossa casa de todas essas qualidades especiais.
Queremos ser felizes em nosso lar? Busquemos ter o lar sob o domínio de nosso Deus. O seu santo Espírito estará conosco trazendo tudo de bom e belo para a família.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Identidade real




  "No ano terceiro do reinado de Jeoaquim, rei de Judá, veio Nabucodonosor, rei da Babilônia, a Jerusalém e a sitiou (...) Disse o rei a Aspenaz, chefe dos seus eunucos, que trouxesse alguns dos filhos de Israel, tanto da linhagem real como dos nobres (...) para assistirem no palácio do rei e lhes ensinasse a cultura e a língua dos caldeus." Daniel 1: 1 a 4

Estive no retiro espiritual promovido durante os feriados num lindo lugar no campo.
Num dos sermões, cujo conteúdo geral era sobre o filme "Até o último homem", história sobre um soldado cristão que defendeu durante a guerra os seus princípios, o pastor mencionou a história de Daniel e de seus amigos hebreus que foram levados à Babilônia.
O rei pretendeu mudar a identidade deles, começando por mudar seus nomes, que tinham sido atribuídos lembrando a ligação deles com o verdadeiro Deus, e aplicando-lhes nomes babilônios e dedicados a divindades pagãs.
Mas o rei da Babilônia não conseguiu mudar a identidade desses jovens, que firmemente se mantiveram ligados a seus ideais e Deus cuidou da vida deles.
A nosso redor, a mídia oferece, mesmo longe destes três dias, festas,  bebidas e drogas embriagadoras, cores e ritmos inebriantes e prazeres fáceis. É uma tentação que se apresenta ao jovem cristão.É um apelo à mudança de identidade.
Há, de outro lado, vida saudável, paz, tranquilidade, noites de sono, alegria verdadeira na vida cristã. Queremos jovens e adultos fiéis à sua identidade e vivendo momentos felizes agora e durante todos os dias de sua vida. 




 

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

O Senhor que cura

"E foram até Jesus grandes multidões levando coxos, aleijados, cegos, mudos e muitos outros doentes, que eram colocados aos seus pés. E ele curou todos." Mateus 15:30

Lendo o livro de Mateus,  a ênfase que encontramos é para a vida e ensinos de Jesus. 
Os milagres registrados são a cura de cegos, de paralíticos, de surdos-mudos e mesmo de pessoas endemoniadas.
São curadas crianças,  mulheres, homens, pessoas idosas, judeus e também há milagres registrados com gentios, estrangeiros. A mão de Jesus se estende sobre todos.
As pessoas louvavam a Deus pelos milagres. 
Não obstante alguns não acreditavam no poder divino do Mestre. Jesus chamou-os "homens sem  fé". 
A mão de Jesus ainda está estendida para nós e pode curar nossa vida. Ele pode restaurar-nos e afastar de nós o mal do corpo ou da alma. Pode restaurar nossa família, nossa confiança, também nossa fé.
Podemos ainda pedir os milagres de Jesus, falando com o Mestre. Senhor, dá-nos fé e cura-nos!

sábado, 27 de janeiro de 2018

Terra de Beulá

"Nunca mais a chamarão de Abandonada, e a sua terra não será mais chamada de Arrasada. Você será chamada de Minha querida e a sua terra, de Minha Esposa." Pois o Senhor está contente com você e a sua terra será a esposa dele." Isaías 62:4

No momento de louvor hoje a congregação cantou o hino Terra de Beulá e fiquei curiosa para saber o que significaria este termo, embora no contexto da letra eu pudesse ter deduzido que se tratava de um lugar de bênção.
Após pesquisar, descobri que o termo se origina no hebraico e se relaciona a uma mulher casada e protegida em contraste com a mulher abandonada e sem proteção. 
O profeta referia-se ao povo hebreu que haveria de retornar a sua terra, cruzando novamente o rio Jordão e entrando em Canaã e em Jerusalém, após retornar do cativeiro em terra estranha. No hebraico, Beulá relaciona-se com o casamento e felicidade e Shemamá, ao abandono e tristeza. Jerusalém não seria mais "Shemamá" - assolada - e sim "Terra de Beulá" - casada.
Diz o hino religioso: "Lá distante a tempestade ruge sobre o mundo; Dúvidas, temores grassam em todo lugar,Mas estou bem firme na Palavra de meu Deus, Pois habito em Terra de Beulá."
Conforme a Bíblia, a entrada no céu ou na Jerusalém celestial  é comparada ao casamento de Deus com sua igreja. Vem daí a metáfora apresentada neste hino.
Por outro lado, a vida do cristão, sentindo-se protegido por Deus, é realmente uma vida abençoada e nos sentimos amparados nos braços do Senhor.

Podemos aqui ouvir a melodia e a letra do hino mencionado.




 

domingo, 14 de janeiro de 2018

Por um ano mais

"Mas o empregado respondeu: - Patrão, deixe a figueira ficar mais este ano. Eu vou afofar a terra em volta dela e pôr bastante adubo." Lucas 13:8

Visitando a igreja em Porto Alegre, ouvi o pregador, que falou sobre a parábola da figueira estéril. 
Havia uma figueira plantada no meio do parreiral. Consta que a terra onde se plantam as parreiras é muito mais tratada do que aquela onde se plantam as figueiras. Assim, aquela árvore estava sendo honrada em estar num terreno nobre e o dono da vinha preocupava-se com ela, tanto que pelo terceiro ano foi verificar se tinha figos.
Lembro-me de quando tinha uma chácara. Na época do plantio, todo fim de semana ia verificar se havia nascido alguma plantinha de milho, ou quanto havia crescido, ou se havia espigas. Chacareiros são assim.
Mas, na parábola, pelo terceiro ano não havia figos, o que exasperou o fazendeiro. O empregado, entretanto, intercedeu: - Deixe mais um ano e eu me esforçarei para que a figueira tenha oportunidade de frutificar.
Esta mensagem  aplica-se a mais um início de ano: temos oportunidade de produzir bom fruto neste ano.  Graças a Deus, temos vida e saúde e oportunidade de estudar a Palavra de Deus e de frequentar um templo e ouvir sermões, temos também irmãos a nossa volta que nos apoiam e outros a quem podemos ajudar de alguma forma. Por mais um ano, Deus nos dá essas e outras bênçãos para que nossa vida produza bons frutos. Ao final do ano, poderemos meditar no ano de 2018. 
Quero ser uma figueira frutífera!